Pessoas de sonho

Pessoas de sonho.. pessoas perfeitas! Todos nos procuramos as pessoas perfeitas, os amigos perfeitos, os namorados perfeitos…

A questão é… e nós?

Se estamos com alguém, pensamos sempre naquilo que gostaríamos que a outra pessoa fosse.. Vamos ficando tristes/magoados com aquilo que a pessoa não fez, não disse, e muitas vezes acabamos por abandonar a relação à procura daquele aspecto que a pessoa não nos preencheu.. ou acabamos por terminar uma amizade.

A questão que tenho refletido é?

E nós?

Passamos a vida a ser a pessoa que sonhamos que os outros sejam?

Demos tudo aos outros que sonhamos receber? Fomos o nosso parceiro/amigo ideal?

Tenho meditado muito sobre isso… e vale tanto no amor como na amizade..

Ultimamente em dezenas de situações, pondero sobre isto… e é impressionante como tenho mudado as minhas atitudes e o meu comportamento…

Perguntam-me algo.. eu respondo/faço algo… paro e penso… é isto? é isto que sonho…?

E.. ohh meu Deus.. Dou por mim a fazer tudo e a  responder a tudo de uma maneira diferente…

e tudo muda..

Gosto da ideia.. de ser… a pessoa que sonho… que sejam para mim!

Feliz Natal,

Beijos,

Rita Ribeiro.

pessoas_perfeitas_

 

 

 

Ego

Olá gatas,

Hoje como ultimamente, tenho ido treinar todos os dias…

Tem me feito imensamente bem à alma. Depois de treinar, sinto-me tão mais feliz, tão mais realizada!!! A vida corre-me melhor, sinto-me com uma energia especial… é uma forma de dedicar aquela horinha da manhã a mim…

Há momentos na nossa vida que nos sentimos meio perdidos…

Talvez porque andamos mesmo perdidos e nem sequer damos conta… Eu andei assim algum tempo.. e isso nota-se… pelo menos em mim nota-se… sou muito transparente!

Até ficamos feios.. a vida corre-nos mal… e as pessoas afastam-se..

Eu vivi há pouco tempo um momento desses.. andava perdida.. vivi a dor… e pouco a pouco, voltei a ser eu..

A vida a correr faz destas coisas, deixa-nos sem pensar… deixa-nos em modo automático.. vamos mudando.. vamos esquecendo quem somos, pouco a pouco, sem nos darmos conta… e um dia acordamos, e nem nos reconhecemos.. simplesmente mudámos..  deixámos de comandar a vida.. e a vida passou a comandar-nos a nós..

Tenho refletido imenso agora.. refletido em situações que já ocorreram há 1, 2, 3, 4, anos atrás e que nem parei para pensar sobre elas.. acho que passei a vida.. com medo de sofrer.

Esse medo faz com que vivamos a vida de uma forma ligeira, faz com que se passe pelas coisas sem evoluir, sem parar e pensar… sem olhar para os problemas de maneira critica.

Chego à conclusão, que quando erramos, quando sofremos, se não olharmos para o sofrimento de frente, se não o aceitamos, não o ultrapassamos.

É isso que tenho feito… recuperar os meus erros, e refletir sobre eles…

Chego à conclusão que grande parte dos meus erros tem a ver com o ego.

Tanto ego para quê?

Agora olho para o ego de forma diferente… o ego faz-nos não perdoar.. não sermos felizes, faz-nos preocupar com o que os outros pensam.. preocupamo-nos demais.. mas o que realmente importa.. é sermos felizes…

E que se lixe o ego…!

Beijinhos,

Rita Ribeiro

ego

Pessoas Descartáveis

Amor,  admiração, carinho, paciência… respeito… gratidão….

O que deveriam ser os pilares de uma relação, está cada vez mais longe de o ser, ou sou só eu que sinto?

Prazer, aqui e agora… e amanhã é outro dia.

As pessoas estão cada vez mais fáceis, frias e… descartáveis.
– “Se não estás bem então muda-te…! Próximo! NEXT!”.

A oportunidade de perdoar, de compreender, de conversar ou conhecer alguém, vai-se perdendo…

Já não se criam laços e afectos. Já nada…! Incrível, não é?

E tudo muda de o dia para a noite, hoje és tudo, e amanhã não serás nada.

As pessoas já não medem palavras, falam por falar, sem pensar…  não sentem as coisas… ou talvez… nem sequer pensam sobre elas.

Num dia somos tudo e no dia seguinte… não somos NADA… 1, 2, 3 e tudo é esquecido num milésimo de segundo. Simplesmente… JÁ FOI!

Rapidamente conheces pessoas, rapidamente te envolves, rapidamente te esqueces..

Vai existir outra pessoa a ocupar o “nosso lugar”… e outra e outra, e mais outra…

E as pessoas especiais? Onde andam elas?

Pessoas “LEVES” que me roubem sorrisos… sem eu estar a espera… que sejam transparentes… que sejam genuínas sem o intuito de pedir algo em troca… que me acrescentem valor/amor…?

Há muitas pessoas interessantes por aí… e o segredo é estar “acordada” para reconhecer quem elas realmente são…

Bom dia!

Um beijo,

 

Rita Ribeiro

IMG_0072

Adoro pessoas queridas

Olá Gatas,

Hoje acordei inspirada… Acho eu lol. E então apeteceu-me falar de pessoas queridas, pessoas especiais, pessoas raras, pessoas leves… pessoas de bem com a vida, que apetece estar e ficar, pelo simples facto do prazer da companhia.. e só porque sim!

Adoro acordar e receber uma mensagem de bom dia, de boa noite, como correu o teu dia? Só pessoas especiais tem estes cuidados.. e parece tão básico…

Que gesto tão simples que me mata o coração! Ganho o dia sempre que recebo uma mensagem destas, fico feliz, faz-me feliz.

Adoro pequenos gestos, pequenos detalhes. A verdade é que coisas grandes, todos se lembram de fazer, mas as coisas pequenas? as pequenas.. aquelas que realmente interessam, só as pessoas realmente especiais o fazem.

Obrigada a todos os que me enviam mensagens super carinhosas, e me mimam todos os dias.

Beijo grande Rita.

1_

#Natal – Modo Natal

Olá Gatas!!!

Não sei se vocês acham o mesmo, mas este ano não estou a sentir o espírito de Natal. Sinto que falta qualquer coisa, falta calor, falta alegria, falta emoção, sentimento.

O que se passa?

Temos muito menos decorações de Natal nas ruas,  as pessoas deixaram as prendas de Natal para a ultima da hora? Ou estão a dar menos? Ou simplesmente está a perder-se o espírito natalício?

Sinto que as pessoas se auto-presenteiam mais, no entanto, dão menos. Andamos decepcionados com os que nos rodeiam ou simplesmente estamos a pensar mais em nos?

Beijos, Rita

1

25530248_10155421504618650_1412838394_n

 

 

 

Marmita – Tortilha Saudável

Olá Gatas,

Bem que tento escrever ao máximo no blog, mas não tem sido fácil… Começar um negócio do zero é assim.. é ter que fazer tudo e mais alguma coisa. E por vezes.. deixar alguns planos a caminhar um pouco mais devagar..

Voltando à tema.. A tortilha… Saudável… como sabem, tento sempre levar comida para o trabalho.. assim tenho a certeza que como as coisas certas.. e que não como porcarias… Ás vezes, nem sei o que comer.. se tiverem sugestões.. digam-me pfv.

Aqui fica a receita da tortilha que inventei á uns horinha atrás.. e acho que ficou bem 😉 Eu pelo menos gostei. e fiz em 5minutos… melhor ainda.

  • Refoguei cebola, alho e azeite, e coloquei 1 batata doce picada no refugado até ela estar molinha.
  • Juntei peitos de frango às tiras,  salsa picada, e 4 ovos e mexi.
  • Frigideira tipo omelete….
  • Coloquei por cima as minhas sementes, claro.. não podem faltar.. de girassol e abóbora.

rita.jpg

 

Super prático, rápido e saudável.

Beijinhos

Rita.

 

Tralhas…!

Paro para pensar e pergunto-me… para quê ter tanto?

Sinto que tenho muito mais do que necessito… mais roupas, mais coisas… mais tretas, mais tralha…

E a história do: “só preciso de … um amor e uma cabana?”  até me esqueço de que isso existe…

Tenho meditado muito sobre este tema… até porque tive numa época de mudanças, e tive que “gramar” com o meu exagero de roupa e pensei………! Oh meu Deus…Rita Ribeiro, para que tanta… merd*…!

Tanto sapato, tanta roupa, tantos acessórios, tanta tralha de casa… e eu que me achava uma pessoa bastante simples até!

Algo está errado.. quando usamos sempre as mesmas coisas… e tenho tralha que nunca mais acaba…

Reflectindo… tenho que fazer o exercício de pensar no amor e numa cabana, mais vezes.. e educar-me..

Meti na cabeça… vou doar metade do que tenho…! a quem precisa… Na verdade, nós precisamos tão pouco para sermos felizes. E por vezes esquecemos isso, esquecemos a nossa essência.

Doar e limpar.. ter menos… que sensação de alivio.. e que exercício óptimo!

A verdade é que as “coisas” mais importantes da vida NÃO são coisas, são momentos… são pessoas!

Valorizar os momentos, os afectos, os sorrisos, os mimos (adoro mimos), a saúde, o nosso bem estar… viajar, experimentar novos restaurantes, partilhar momentos… é muito mais importante!

Afinal não há nada mais importante do que os momentos únicos que podemos viver com as pessoas que mais amamos.

É caso para dizer…

Podemos ter tudo na vida, mas se não temos o que realmente interessa, então não temos nada.

Um beijo,

Rita Ribeiro
blog